terça-feira, 13 de junho de 2017

Terceira idade é público prioritário na prevenção às DSTs

A incidência de casos de Aids na terceira idade subiu 80% entre 2001 e 2013, segundo o Ministério da Saúde. A idade sexual foi estendida com a chegada de diversos medicamentos. Contudo, os
cuidados com a prevenção não avançaram na mesma velocidade. Por isso, a informação e a conscientização precisam ser trabalhadas todos os dias.

Sabendo disso, o GLC realiza periodicamente ações informativas com os participantes da entidade. A ultima delas foi no dia 16 de maio. Na atividade, o educador social do Serviço de Atendimento a Doenças Transmissíveis (SADT), Ivan Machado, descreveu quais são as principais doenças que podem ser transmitidas por via sexual, como a Aids, Sífilis, Hepatites B e C e outras. Ressalta que a camisinha ainda é o principal meio de prevenção, além de estar disponível gratuitamente na rede pública de saúde.


 Caso você tenha dúvidas ou precise de orientações, a orientação é procurar o Serviço de Atendimento em Doenças Transmissíveis (SADT), que fica na Rua Dom Pedro I, 104, na Vila Nova, em Cubatão. O atendimento é gratuito e sigiloso.